loader image
Pesquisar
Close this search box.

Vantagens de ser MEI? Conheça o cartão BNDES, ideal para os microempreendedores!

Fique por dentro de todos os detalhes do cartão de crédito exclusivo para pessoas de negócios, cujo limite chega a até R$2 milhões!

Ser um Microempreendedor Individual (MEI) traz consigo diversas vantagens, desde a formalização do negócio até benefícios financeiros e tributários. 

Uma ferramenta poderosa para o crescimento e desenvolvimento desses pequenos negócios é o cartão de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), que se destaca por sua praticidade e alto limite de crédito. 

Neste texto, vamos explorar como funciona esse cartão e os principais detalhes que os microempreendedores precisam conhecer para solicitá-lo.

Como funciona o cartão do BNDES?

Cartao BNDES

O cartão de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) é uma opção financeira especialmente criada para impulsionar o crescimento dos Microempreendedores Individuais (MEI) e outras empresas de pequeno e médio porte. 

Essa linha de crédito é de fácil aprovação e oferece um limite de até R$2 milhões, possibilitando que os empreendedores tenham acesso a recursos significativos para investir em seus negócios.

Uma das principais vantagens desse cartão é sua taxa de juros, que chega a apenas 1,5% a.m, o que torna essa modalidade de crédito muito mais acessível e vantajosa quando comparada a outras opções disponíveis no mercado. 

Além disso, o cartão permite o parcelamento em até 48 vezes, com parcelas fixas e iguais, o que facilita o planejamento financeiro do MEI ao organizar o pagamento de acordo com o tempo de parcelamento estabelecido.

Pré-requisitos e principais informações

Conforme mencionado, o cartão de crédito do BNDES oferece uma série de vantagens para os Microempreendedores Individuais e outras empresas de pequeno e médio porte. Dentre elas, destacam-se:

Limite de crédito elevado 

Com um limite de até R$2 milhões, os empreendedores têm a possibilidade de investir em melhorias para seus negócios, como aquisição de equipamentos, modernização da infraestrutura ou aumento do estoque, impulsionando o crescimento e a competitividade da empresa.

Taxa de juros competitiva

A taxa de juros de 1,5% ao mês é uma das mais atrativas do mercado, tornando o cartão do BNDES uma opção financeira viável e vantajosa para o MEI e outras empresas que buscam crédito para seus projetos.

Parcelamento em até 48 vezes 

O parcelamento com parcelas fixas e iguais facilita o pagamento do crédito ao longo do tempo, ajustando-se à capacidade financeira do empreendedor e evitando comprometer excessivamente o caixa da empresa.

Contudo, o cartão de crédito do BNDES não se restringe apenas aos MEIs. Micro, pequenas e médias empresas (MPME), clubes, sindicatos e associações de controle nacional também podem solicitar esse cartão, desde que estejam com a situação do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) regularizada.

Para que o MEI ou outras empresas possam contratar o cartão de crédito do BNDES, é necessário cumprir alguns requisitos específicos:

  • Faturamento anual de até R$360 mil: O MEI deve ter um faturamento dentro desse limite para ser elegível ao cartão. Empresas de pequeno e médio porte também podem se candidatar, desde que atendam a essa condição.
  • Situação regular no CNPJ: É imprescindível que a empresa esteja com a situação regular no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) para poder solicitar o cartão.
  • Estar em dia com as obrigações: O MEI ou a empresa interessada deve manter suas obrigações em dia, como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), as contribuições ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), os tributos federais e a entrega da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Como e onde solicitar

A maneira de solicitar o cartão de crédito do BNDES é por meio do Portal de Operações do Cartão BNDES. Lá, os Microempreendedores Individuais (MEI) devem preencher um formulário eletrônico com as informações necessárias sobre suas empresas.

Após o envio do formulário, o próximo passo é ir até a agência do banco emissor do cartão BNDES, desde que a empresa seja correntista como Pessoa Jurídica (PJ). Nessa etapa, é importante apresentar os documentos solicitados e aguardar a análise de crédito. 

Assim que concluída essa análise, o limite de crédito concedido será definido, e o cartão BNDES será emitido.

O cartão BNDES é emitido através de bancos parceiros do BNDES, como Sicredi, Sicoob, Santander, Itaú Unibanco, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Banrisul, Banestes, Banco do Nordeste e Banco do Brasil.

Sendo assim, é importante que o MEI esteja atento às condições oferecidas por cada banco para fazer a melhor escolha de acordo com suas necessidades e capacidade financeira. 

Com o cartão de crédito do BNDES em mãos, o MEI e outras empresas poderão investir em seus negócios com mais segurança e eficiência, impulsionando o desenvolvimento e o sucesso de suas atividades empreendedoras.