loader image
Pesquisar
Close this search box.

MEI: Confira uma notícia preocupante para quem é Microempreendedor Individual!

Pesquisa realizada pelo Sebrae revela notícia preocupante sobre a jornada de trabalho dos MEIs. Entenda!

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual, um regime de formalização simplificado para pequenos empresários. Através do MEI, trabalhadores autônomos podem se legalizar, pagando impostos e tendo acesso a benefícios previdenciários.

Em celebração aos 15 anos do Microempreendedor Individual (MEI), o Sebrae Minas compartilhou um estudo revelando que a maioria dos indivíduos que atuam como MEI trabalha longas horas diárias sem ter um período de descanso definido. Entenda mais sobre esse assunto a partir do texto abaixo:

Saiba tudo sobre notícia preocupante para quem é MEI

MEI

O regime de trabalho do MEI é baseado na simplicidade e flexibilidade. O MEI pode atuar em diversas atividades permitidas, desde que se enquadre nos critérios estabelecidos. Ele paga um valor fixo mensal de impostos, independentemente do faturamento, e tem obrigações simplificadas.

Além disso, o MEI possui benefícios previdenciários, como aposentadoria, auxílio-doença e salário maternidade. Apesar de cerca de 20% dos MEIs escolherem essa opção pela flexibilidade, independência e autonomia, eles costumam enfrentar jornadas de trabalho mais extensas em comparação com aqueles que trabalham em empresas convencionais.

O que é MEI e como funciona?

MEI, ou Microempreendedor Individual, é um regime simplificado de formalização e tributação para pequenos empreendedores. Ele permite que trabalhadores autônomos e informais se formalizem como empresários, pagando um valor fixo mensal de impostos e tendo obrigações e benefícios simplificados.

Para se enquadrar como MEI, é necessário ter um faturamento anual de até R$ 81 mil e atuar em uma das atividades permitidas. O MEI pode emitir notas fiscais, contratar um funcionário, ter acesso a benefícios previdenciários e obter facilidades para a abertura e encerramento do negócio.

MEIs possuem maior jornada de trabalho

De acordo com o estudo realizado pelo Sebrae, 67% dos Microempreendedores Individuais de Minas Gerais trabalham mais de 8 horas por dia, enquanto 69% não costumam tirar férias. Além disso, 34% relataram trabalhar 6 dias por semana, enquanto 31% trabalham 5 dias ou menos por semana.

Segundo Laurana Viana, analista do Sebrae Minas, citada pelo jornal O Tempo, é comum que no início do empreendimento, o ritmo de trabalho do MEI seja mais intenso. Ela destaca que, apesar da possibilidade de contratar um funcionário, a maioria dos MEIs trabalha de forma independente, o que impede a divisão de tarefas.

Segundo a analista, a carga horária de trabalho dos MEIs não é impulsionada pela produção, mas sim pelo atendimento ao público. Por isso, é importante que esses empreendedores adotem medidas para evitar a necessidade de atender clientes fora do horário estabelecido.

Viviane Soares, outra analista do Sebrae Minas, destacou que o trabalho das mulheres empreendedoras é especialmente desafiador. Muitas vezes, elas enfrentam a responsabilidade adicional de cuidar da casa e da família, além de gerenciar o seu próprio negócio.

Entenda a remuneração do MEI

De acordo com os dados do Sebrae, 68% dos MEIs têm intenção de manter seus negócios nos próximos dois anos, enquanto apenas 6% planejam deixar de empreender. Por outro lado, uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2022 revelou que sete em cada dez autônomos no país expressaram o desejo de serem funcionários de uma empresa.

Apesar do limite de faturamento anual de até R$ 81 mil para os MEIs, equivalente a R$ 6.750 por mês, em Minas Gerais, metade desses profissionais recebe no máximo R$ 3 mil mensais, e 26% conseguem faturar acima de R$ 5 mil por mês. Para 77% dos MEIs, o negócio é a principal fonte de renda.

Sou MEI, o que fazer?

Há algumas possíveis estratégias e soluções para ajudar os Microempreendedores Individuais a gerenciarem melhor sua jornada de trabalho e promover um equilíbrio saudável entre vida pessoal e profissional.

Uma das estratégias essenciais é o planejamento adequado do tempo. Os MEIs podem fazer uso de ferramentas de gestão do tempo, como a criação de uma agenda com horários específicos para cada atividade, estabelecendo prioridades e evitando sobrecargas desnecessárias.

Além disso, é importante definir limites para evitar a tentação de trabalhar excessivamente, reservando tempo para descanso e lazer. Outra solução é buscar o apoio de tecnologias e automação para otimizar processos e tarefas repetitivas.

A utilização de ferramentas digitais, aplicativos de gestão e sistemas de vendas online pode ajudar a reduzir a carga de trabalho manual e economizar tempo, permitindo que o empreendedor se concentre em atividades mais estratégicas.